quarta-feira, 4 de julho de 2012

Histórias do Futsal


TIJUCA  ATLÉTICO CLUBE

                                                                João Jayme Araujo
                                                              jjgaucho23@hotmail.com
e Geová Muller
                   
A fundação do TIJUCA AC deve ter ocorrido em 1970. Além do campeonato municipal, disputou o Campeonato Estadual 
Sua sede social era na  Av. Borges de Medeiros,  cujo local foi residência do conhecido CAIEIRA a quem a sede foi cedida em troca de ajuda ao time, para que  pudesse explorar jogos de carteado .

Surgiu do ideal de alguns atletas, residentes em outros bairros da cidade, de origem mais modesta e de menor influência e que não vislumbravam oportunidade para integrar as demais agremiações. Teve como seu idealizador, patrocinador e comandante o Alberi Flores, gerente de uma farmácia instalada na esquina da Avenida América com a Rua Buenos Aires.


O uniforme do Tijuca apresentava as cores branco, vermelho e preto, assemelhando-se à que hoje é a camiseta do time do São Paulo. A camiseta era predominantemente branca, com uma faixa horizontal em vermelho e bordas em preto.

Preto, Luiz Estevão,  Vital Parise, Darci Cappellari, 
Amauri Giovelli, Alberi Flores e Toco Donini.
 
O elenco era constituído por jogadores que marcaram época no salonismo santa-rosense, rivalizando com as outras três grandes equipes da cidade e, não raras vezes, levando a melhor em partidas disputadas com arrojo e técnica, rotineiramente nas noites de sábado, no Ginásio Municipal, que ficava repleto de torcedores e transformava-se em verdadeira e autêntica arena e sede de duelos que apaixonaram uma geração inteira de moços e moças e suas famílias.



Em pé Protásio (Preto), Luiz Estevão, Chico, Bibi, Geraldo Rosa, Grifu, Alberi Flores e Carlinhos. Agachados: Vital Parise, Talvani, Negão Castilho,Zé Gago e Milton Schwerz..

Dentre os jogadores que se destacaram no Tijuca, vamos encontrar Talvani Abreu,  Neri Grifu, Chico Cappellari, Vital Parise, George Vargas (Jóia) e Negão Castilhos.
Disputou ao menos, por uma vez o campeonato estadual. Milton H. Scherz jogou no Tijuca e destaca: "Participei de dois campeonatos estadual, no ano 1970. Num amistoso enfrentamos o Internacional de Porto Alegre. Não lembro do escore, mas,  levamos uma sonora goleada. Como nosso uniforme era mui semelhante ao do Inter, o que poderia prejudicar o andamento do jogo, o Colégio Dom Bosco emprestou seu uniforme. Os seguintes atletas do Tijuca participaram do jogo: Goleiros: Geraldo e Adãozinho; Zagueiros: Castilhos e Osmar (conhecido por Sopa); Alas direito: Chico Cappellari, Argemiro e Vital Parise; Alas esquerdos: Talvani e MIlton Schwerz; Pivôs: José Adolfo e Milton."



A estréia  foi quando da inauguração do Ginasião, contra o América ou Atlântico de Erechim, onde jogava Paulo Sérgio Carpegiani e que fora campeão estadual. O escore foi 5  a 5.
Atuaram também contra o Capingui em Passo Fundo e em Santa Rosa, agora já no Colégio da Paz, com vitória dos de casa.
O time visitante era campeão estadual e o goleiro chamava-se Pirata.











Próximo: Juniors Atlas

Nenhum comentário:

Postar um comentário